Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

5. Fruta fresca

Old, but gold.

A fruta continua a ser dos alimentos mais benéficos que temos ao nosso dispor, mas há que saber consumi-la!

Isto porque há uns tempos se começou a dizer que a fruta devia ser acompanhada por bolachinhas… mas qual é o sentido disso?! A carga glicémica da refeição não baixa por combinar a peça de fruta com bolachas, já que ambos são alimentos ricos em açúcar de rápida absorção.

Ah pois, esta é outra questão importante: a carga glicémica.

Dantes falava-se apenas em Índice Glicémico (IG), que se refere mais ao efeito na glicemia provocado por determinado alimento. Tem a ver com a velocidade com que o açúcar é absorvido, e portanto a velocidade com vai ser libertada a insulina para equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

Considera-se baixo IG <55, médio 56-59, e alto >70.

Agora fala-se também em Carga Glicémica (CG), que não tem apenas em consideração o índice glicémico, mas também a quantidade de açúcar presente no alimento, sendo o produto de ambos.

Assim, um alimento pode ter alto IG, mas CG baixa por ter baixa quantidade de açúcar.

Considera-se que a CG é baixa quando é inferior a 10, e alta quando é superior a 20.

O ideal será então optar por fruta com baixa carga glicémica, como morangos e kiwi, ou combinar uma peça de fruta a seu gosto com iogurte natural, leite, queijo ou frutos gordos, de forma a baixar a CG da refeição.

Agora já tem toda a informação para um regresso às aulas e ao trabalho mais saudável!

Bons lanches 😊

https://laranjalimanutricao.wordpress.com/2017/09/04/5-lanches-aulas/

 

Anúncios

%d bloggers like this: