Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

dfdd88ed-8d00-449f-af60-ea286052114b

134 pessoas morreram nas estradas portuguesas nos primeiros 4 meses do ano. Segundo os dados divulgados pela ANSR, entre 1 de janeiro e 30 de abril, registaram-se 41.484 acidentes nas estradas portuguesas, que provocaram 134 mortos, 581 feridos graves e 11.731 feridos ligeiros.

Comparando os dados deste ano com os de 2015, este ano registam-se mais acidentes (+ 3.048), o que em termos percentuais corresponde um aumento de cerca de 8%, mas menos mortos (-17) e menos feridos graves (-66). Quanto aos feridos ligeiros, também se verifica um aumento (+494).

A análise dos números por distritos permite verificar que Lisboa (18) e Aveiro (14) são os distritos com o maior número de vítimas mortais, enquanto Guarda e Viana do Castelo apenas registam uma vítima mortal.”

          In: www.segurancaparatodos.com

Segundo UCC Anadia a Educação rodoviária deve ser entendida como um processo pedagógico que proporcione à pessoa motivações, atitudes, conhecimentos e competências indispensáveis à interiorização e enraizamento de padrões comportamentais pela segurança. Deve constituir um processo contínuo nas diferentes fases de desenvolvimento da pessoa desde a idade pré-escolar, passando pelos vários níveis de escolaridade, e prolongar-se nas diversas etapas da vida.

2de55e45-887e-41d3-8b6d-25af32bb80e9

PAPEL DA FAMÍLIA

Sendo que os pais/ encarregados de educação os primeiros e principais intervenientes no programa educativo da criança, e com quem esta circula com mais frequência na via pública, cabe-lhes um papel importante na Educação rodoviária dos Filhos/educandos, devendo a sua acção assentar em dois eixos fundamentais:

– Protecção da criança,

– A educação da criança, através do exemplo e de acções educativas concretas.

9934ad03-dc32-4d4c-857c-bfa115c9e5f7

PAPEL DA ESCOLA

Espaço privilegiado pelo seu carácter pedagógico que lhe é inerente, pela capacidade de articulação entre teoria e prática, a escola tem um dos principais papeis a desempenhar na educação da pessoa, nomeadamente na Educação rodoviária. No entanto só a integração nos programas escolares poderá proporcionar a Educação Rodoviária.

No decorrer deste ano lectivo a UCC Anadia em articulação com escola do 1º ciclo do agrupamento de escolas de Anadia participaram no Concurso Segurança para Todos – O Programa de educação rodoviária da Renault na sua décima sexta edição .

Este ano letivo, o programa convidava os  professores e alunos a escutarem e cantarem o hino do “Segurança para todos” e desafiava-os a criarem um cartaz que ilustre umas das mensagens/regras de segurança rodoviária abordada na letra da música.

Para participar, cada turma teve de criar um cartaz de sensibilização (composto por imagem e slogan) sobre o tema (podem, por exemplo, escolher a regra de segurança que considerem mais importante, tendo em conta a realidade da escola ou da maioria dos alunos).

De forma a participar no desenvolvimento deste tema , durante o 1º período  os alunos tiveram oportunidade de participarem nas ações teóricas dadas pela GNR – Escola segura e no 3º período, algumas escolas, puderam colocar em prática os conhecimentos com uma simulação de  via rodoviária.

Estiveram envolvidos entre ações teóricas 306 alunos e 18 professores e  nas ações práticas um total de  555 Alunos  e 29 professores.

77ad5ebd-e8ec-422a-b479-f5576bfe6a0a

Para pensar e reflectir…

– 75 a 90% dos acidentes na estrada estão relacionados com o comportamento humano. A 50 km/h uma colisão frontal equivale a uma queda de um 3.º andar. Transportar uma criança sem dispositivo de retenção adequado, equivale a deixá-la numa varanda sem proteção.

– Os acidentes rodoviários são uma das principais causas de mortalidade infantil. Entre 2012 e 2014, por ano, cerca de 2.500 crianças com menos de 14 anos foram vítimas de acidentes rodoviários, mais de metade na condição de passageiras e um terço na condição de peões.

– Em 2014, 76% dos acidentes com vítimas registados em Portugal ocorreu dentro das localidades.

(1) Fonte ANSR

Desafio que mais escolas participem nesta atividade para o próximo ano letivo pois só assim poderemos reverter os números no nosso distrito.

Silvana Marques

Coordenadora da UCC Anadia

%d bloggers like this: