Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

Tomilho (Thymus vulgaris)

tomilho

n  Arbusto perene, família das Labiadas, que chega aos 30cm.

n  Plantar em solo alcalino, leve e bem drenado e com sol.

n  Propagar por semente ou por estaca no Verão e por divisão na Primavera e substituir cada 4-5 anos.

n  Floresce no Verão.

n  Utiliza-se como tónico, estimulante, digestivo e problemas respiratórios como expetorante, vermífugo e anti-sético e pode ser adicionado a desinfetantes, dentífricos, perfumes e produtos de higiene.

Hortelã

hortelãhortela

n  Pertence família das Labiadas.

n  Planta herbácea, vivaz, muito rústica com 30 a 90 cm de altura, possuindo rizomas subterrâneos.

n  Solo leve, rico e húmido.

n  Sol ou sombra parcial, protegido no Verão.

n  Semear ou plantar por divisão na Primavera.

n  Renovar cada 2-3 anos.

n  A mentha x piperita, para extração de óleos.

n  A mentha spicata é a espécie mais utilizada para fins culinários.

Mentha pulegium, utilizada na culinária e na medicina.

Mentha x gentilis, para jardinagem.

n  Ação digestiva, calmante, para constipações e gripes, como espasmódico e anestésico.

Funcho (Foenículum vulgare)

funchofunchos

n  Herbácea perene, Família das umbelíferas.

n  Solos leves, húmidos e local quente e soalheiro.

n  Propaga-se por divisão das raízes ou por semente na Primavera.

n  Transplantar quando pequena e dar compasso de 50cm.

n  Substituir ao fim de 3-4 anos.

n  Cor verde-acinzentado e flores amarelo-acastanhado.

n  Estimulante do apetite, auxiliar da digestão, desinflamação da vista com compressas, sementes com propriedades antibacterianas, as raízes utilizadas em xaropes da tosse, como aromatizante de licores, perfumes, sabonetes e em arranjos florais.

Alecrim ( Rosmarinus officinalis)

rosmaninho

n  Solo bem arejado.

n  Exposição ao sol, com proteção dos ventos.

n  Floração no início Primavera Abril – Junho.

n  Propaga-se por estaca ou mergulhia.

n  Plantar com intervalos de 60 – 90 cm, podendo atingir 2m.

n  Utiliza-se na medicina, como estimulante da circulação, alívio da dor e ajuda da digestão de gorduras.

n  Na cosmética, como anticético, fazendo a limpeza da pele em profundidade.

n  No banho, estimula a circulação do sangue.

n  Em casa, ramos frescos purificam o ar, podendo ser utilizado em pot-pourris.

n  Na culinária, em pratos de carne, especialmente de cordeiro e de porco e ainda para batatas assadas.

Camomila

camomila

n  Pertencem à família das Compostas.

n  Perene vigorosa, rastejante, formando tapete, resistente à seca.

Matricaria chamomilla, camomila vulgar e Anthemis nobilis, macela ou camomila romana com agradável aroma  semelhante a maçã.

n  Solo bem arejado e medianamente argiloso, com sol.

n  Sementeira na Primavera.

n  Dividir as variedades vivazes na Primavera e no Outono e plantar com um compasso de 45cm como aromáticas, de 10cm, se utilizada em relvados e plantas com 5cm.

n  Utiliza-se como bebida tónica e refrescante, na culinária adicionada ao coelho, cabrito e carneiro,  na cosméticos e perfumes, como calmante, estimulante do apetite e purificador do sangue e em loções para o cabelo e olhos.

n  O seu aroma repele as traças.

Alfazema

ALFAZEMA

Lavandula angustifólia Miller.

n  Lavandula stoechas L., o rosmaninho.

n  É um subarbusto vivaz, da família das Labiadas.

n  Gosta de solos arenosos, secos e bem drenados.

n  Pode ir de 0,60 a 1m de altura.

n  Produz flores azul-violáceo de Julho a Agosto, em espiga.

n  Propaga-se por estaca com 10 a 20 cm no Outono e Primavera e por sementeira.

n  Plantar em lugar soalheiro seco e arejado com 30 x 40cm.

n  Utilizadas para aromatizar doces de fruta e gelatinas, para a preparação de azeites e vinagres, na composição de águas de colónia, perfumes, cremes e sabonetes, para estimular o crescimento e eliminar a gordura do cabelo, para reduzir a  atividade das glândulas  sebáceas. Tem ainda ação espasmódica, anti-sética e cicatrizante.

Aloé

aloé

Aloé barbadensis, conhecida por Erva-babosa, da família das Liliáceas.

n  Planta tropical resistente à seca, rica em água.

n  Perene, de folhas verde e carnudas, com 60 cm.

n  Necessitam de  temperatura mínima de 5ºC, sol ou sombra pouco densa e local sem geadas.

n  Solo arenoso e bem arejado.

n  Semear na Primavera, com a temperatura por volta dos 20ºC.

n  Também se pode propagar por rebentos, retirados no Verão, da planta mãe, secá-los durante dois dias e plantá-los numa mistura de duas partes de húmus para uma de areia.

n  Aparelho digestivo, úlceras gastro-intestinais e colites, circulação do sangue, desintoxicações, recuperador energético, regenerador do cabelo e couro cabeludo, anti-inflamatório e anti-infecioso regenerador de células danificadas.

Orégão (Origanum vulgare)

orégão

n  Planta vivaz herbácea, da família das labiadas, pode alcançar 70 cm de altura.

n  É uma planta rizomatosa, apresenta um crescimento bastante ramificado na parte superior.

n  As folhas são verdes escuras e as flores são rosa-púrpura. A espécie espontânea tem floração branca.

n  A época de floração vai de fins de Maio até à 1ª quinzena de Julho.

n  A colheita é feita no início da floração.

n  Propaga-se por semente, estaca ou por divisão de pés, esta realizada no Outono ou início de Primavera para permitir um maior desenvolvimento vegetativo.

n  Utiliza-se como medicinal, na culinária como condimentar (curtir azeitonas) e em jardinagem.

Lúcia-lima (Lippia citriodora)

limonete

n  É um arbusto vivaz, pertencente à família das Verbenáceas, muito aromático.

n  Possui folhas ovadas e verticiladas.

n  A floração inicia em Maio prologando-se até Outubro dependendo dos cortes.

n  Prefere solo bem arejado e alcalino.

n  Solos pobres, originam plantas mais fortes, capazes de sobreviver aos Invernos frios

n  Por sementeira, na Primavera, por estacas, cortadas de ramos no final da Primavera, abaixo do nó-

n  A plantação deve ser feita com intervalos de 1 metro.

n  Utilização: medicinal, culinária e aromatizante.

Hipericão (Hipericum perforatum L.)

hipericão

n  Cultura vivaz, da família das Gutiferas, com 10 a 90cm, lenhosa na base, conhecido por Erva de S. João.

n  O hipericão do Gerês (Hypericum androsaemum L.) tem um porte maior 0,30 a 1m.

n  Aparece em terrenos incultos, bosques meio sombrios, normalmente calcários.

n  A multiplicação, faz-se por: sementeira na Primavera em tabuleiros; divisão das raízes na Primavera; estacas cortadas no Verão.

n  Cultivar em solo soalheiro, pouca sombra e bem drenados.

n  Plantar no Outono ou Primavera e podar no final do Inverno.

n  A floração vai de Junho a Setembro.

n  As partes utilizadas são as folhas e as sumidades floridas.

n  Tem propriedades adstringentes, anti -sépticas, digestivas, cicatrizantes, diuréticas, sedativas, vermífugas, circulatórias, calmante e anti depressivo.

Valeriana (Valeriana officinalis L.)

valeriana

n  Perene vigorosa que atinge por vezes 1,2m de altura;

n  É uma planta de porte majestoso, folhagem graciosa e flores pequenas e numerosas.

n  Semear na Primavera em local definitivo.

n  Tolera o sol ou a sombra gosta de cobertura anual com composto-

n  Utilizar as raízes ao fim de 2 anos em angústia, depressão, insónia.

Erva Cidreira (Melissa officinalis)

erva cidreira

n  Perene e resistente da família das Labiadas.

n  Fragrância a limão,se em condições favoráveis, normalmente, o tamanho vai de 30 a 80 cm.

n  Prefere solos leves, ricos e húmidos e exigente de húmus.

n  Prefere climas temperados quentes e húmidos, locais semi-sombreados. Cultivada nos climas moderados, floresce na Primavera e em condições favoráveis, floresce todo o ano.

n  A luz intensa, amarelece as folhas e reduz a  intensidade da sua fragrância.

n  Resiste ao frio rigoroso do Inverno quase desaparecendo.

Salvia (Salvia officinalis L.)     

salvia                                   

n  Também designada de Erva Santa, é um subarbusto vivaz com 30 a 75cm de altura.

n  Pertence à família das labiadas.

n  Solo rico e drenado, leve, seco e alcalino.

n  Prefere clima temperado, com sol e abrigado dos ventos.

n  Propaga-se na Primavera-Verão por estaca ou mergulhia na Primavera e por estaca em Julho, cada 4-5 anos.

n  Utiliza-se na falta de apetite, dispepsia, flatulência, gastroenterites, transpiração excessiva, amenorreia, dismenorreia, climatério e menopausa, inflamações da boca e faringe.

n  Aromatizante de saladas, em escabeches, guisados, molhos, carnes de aves de caça.

n  Auto propaga-se ou por estaca em Junho e Julho, por sementeira no início da Primavera, em Abril e Maio.

n  Tem uma ação antiespasmódico e relaxante do sistema nervoso, contra febres e vómitos, aparelho digestivo.

Coentros

coentros

n  Solo rico e leve, exposto ao sol.

n  Semear no Outono e se em local definitivo no início da Primavera, longe do funcho.

Mostarda

mostarda

n  Exposição solar.

n  Solo fértil e arejado.

n  Semear na Primavera.

n  Compasso de 15cm.

Cominhos

cominhos

n  Local abrigado do sol.

n  Solo arejado e rico.

n  Semear em local definitivo.

n Semear em local quente no fim da Primavera.

Anis

anis

n  Local abrigado do sol.

n  Solo drenado e alcalino.

n  Semear em local definitivo no fim da Primavera.

n  Compasso de plantação 20cm.

Salsa

salsa

n  Semear na Primavera ou no Verão.

n  Solo fundo rico e húmido.

n  Semear após choque térmico ao sol ou meia sombra.

Estragão

estragão

n  Solo rico, leve e seco.

n  Abrigado do sol.

n  Propagação por raízes na Primavera, por estaca no Verão e por semente na Primavera.

n  Plantar com compasso de 30-45cm.

Absinto (Artemísia absinthium)

absinto

n  Vivaz rústica, da família das Asteraceas.

n  Atinge 1m de altura.

n  Solo leve com boa drenagem e soalheiro.

n  Pouco resistente a grandes chuvadas e frio.

n  Utilizada como inseticida contra traça, pulgas, piolhos e moscas e mosquitos.

Angélica (Angelica archangelica)

angelica

n  Sementeira na Primavera após choque térmico.

n  Plantar em local sombrio.

n  O solo profundo e húmido.

n  É resistente à geada e atinge até 2,5m de altura.

n  As folhas jovens e caules tenros em saladas e sopas. Os caules ainda podem ser cristalizados ou usados em temperos. As sementes são utilizadas como condimento na culinária marroquina.

Aneto (Anethum graveolens)

aneto

n  Anual rústica, da família das Apiaceas.

n  Semear em local definitivo na Primavera/Verão.

n  Solo rico e com boa drenagem.

n  Ao sol e protegido dos ventos.

n  Compasso de plantação 25-30cm, pode atingir 1,5m dealtura.

n  Utiliza-se na dispepsia, flatulência e dores de estômago.

Alcarávia (carum carvi)

alcaravia

n  Bienal rústica, da família das Apiaceas.

n  Solo fértil, com boa drenagem e muito sol.

n  Propaga-se por sementeira, no início do Outono ou da Primavera.

n  Compasso de plantação 20cm e pode atingir 60cm de altura.

n  Utilização das folhas jovens em saladas e sopas. As sementes, para problemas digestivos e de mau hálito. Tem propriedades espasmódicas, expectorantes e diuréticas.

Licínia Simões (PES)

%d bloggers like this: