Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

Tanto nos rapazes como nas raparigas, duas glândulas que ficam sobre os rins – as chamadas glândulas supra-renais – começam a segregar doses cada vez maiores de hormonas chamadas andrógenos. Elas produzem, entre outros efeitos, o aparecimento dos pelos na região púbica e nas axilas. As outras hormonas sexuais, fabricadas nos ovários das raparigas e nos testículos dos rapazes, engrossam os pelinhos minúsculos e quase transparentes, espalhados pelo resto do corpo. Daí a barba e o peito peludo, que vão ser mais ou menos acentuados e que leva o rapaz a comemorar e a rapariga, a preocupar-se com o visual das pernas ou com aquela penugem escura no buço.

O que eles (as) precisam saber, nesta etapa, é que os pelos ainda não são sinal de pele adulta. E a menina vaidosa tem que saber que a primeira depilação deve ser feita um ou dois anos depois do aparecimento dessa penugem, pois as ceras e as lâminas vão ferir os folículos – estruturas em forma de saquinho, de onde saem os pelos – e provocar o surgimento de acne. Se os pelos incomodarem demais, a adolescente pode usar produtos descolorantes, mas primeiro deve testá-los no braço, para verificar se provocam alergias. Os rapazes, por sua vez, não devem fazer a barba, raspando-a na direcção contrária à dos pelos, pois o método pode provocar irritação da pele jovem.

As borbulhas na cara poderão ser acne. O acne é muito frequente na adolescência, sendo a sua principal causa a produção de hormonas que alteram a reactividade da pele. Tem tratamento que deve começar tão cedo quando possível.

Enfª Lígia Antunes

%d bloggers like this: