Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

Excerto do:

PLANO NACIONAL PARA A REDUÇÃO DOS PROBLEMAS LIGADOS AO ÁLCOOL      2010 – 2012

4.6. Áreas Prioritárias de Intervenção:

 4.6.1 Jovens, crianças e grávidas

No que respeita a crianças e jovens, os dados conhecidos justificam uma atenção dirigida a:

  1. Experimentação do álcool por parte das crianças e adolescentes;
  2. Aumento significativo da ingestão alcoólica entre os jovens do sexo feminino;
  3. Padrões de consumo de alto risco de bebidas alcoólicas, como a embriaguez e o binge drin-king, especialmente em adolescentes e jovens adultos

A exposição ao álcool durante a gravidez pode prejudicar o desenvolvimento cerebral do feto e está relacionada com défices intelectuais, de memória e do comportamento na criança, com repercussões na idade adulta. Como os padrões de consumo de alto risco estão a aumentar entre as mulheres jovens na maioria dos Estados-Membros, nomeadamente em Portugal, esta é, seguramente, uma área prioritária, tal como também foi previsto na Estratégia da União Europeia.

As crianças que vivem em famílias com Problemas Ligados ao Álcool e que sofrem efeitos per-niciosos no seu crescimento e desenvolvimento deverão ser tidas em conta como outra área de especial relevância a contemplar neste Plano.

A abordagem relacionada com o consumo nocivo de álcool nestes grupos mais vulneráveis, deverá ser, portanto, o mais precoce possível, dado o tipo de consequências que provocam no próprio e em terceiros.

Neste sentido pretende-se:

OBJECTIVO GERAL: Diminuir a exposição ao álcool e as suas consequências nefastas em crianças por nascer e em crianças inseridas em famílias com Problemas Ligados ao Álcool e reduzir o consumo de bebidas alcoólicas pelas crianças e jovens.

O documento completo:

 Fonte:http://www.directorioalcool.com.pt/Paginas/HomePage.aspx
Fonte: Educação para a Saúde em Meio Escolar – DGIDC

%d bloggers like this: