Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

Em primeiro lugar, um rapaz não “pode fazer a ejaculação”. Um rapaz tem, ou, não tem ejaculações durante a relação sexual.

No homem os órgãos sexuais externos visíveis são o pénis e o escroto no qual estão os testículos. O pénis é constituído pelo corpo esponjoso, corpos cavernosos, glande e é percorrido pela uretra pela qual passa a urina e o sémen. Durante a fase de excitação os corpos cavernosos são preenchidos por sangue dando-se a erecção. Abaixo do pénis, situa-se o escroto, o qual tem o aspecto de uma bolsa de pele solta (o que é, de facto). Dentro do escroto estão os testículos, que têm a forma de um ovo, um de cada lado. Na puberdade, os testículos iniciam o funcionamento de duas formas: primeiro, produzem a hormona masculina – testosterona – a qual induz o desenvolvimento de todas as características sexuais masculinas; segundo, produzem espermatozóides. Quando um rapaz fica excitado sexualmente (o que acontece muito frequentemente durante a puberdade), se o pénis é estimulado, os espermatozóides sobem pela uretra – um canal no meio do pénis – e saem na extremidade do pénis – glande. Quando um homem “faz amor” com uma mulher, estes espermatozóides sobem pela vagina, útero e trompas de Falópio e ela pode ficar grávida se houver fecundação – união do espermatozóide com o óvulo. O uso de preservativo, na prática, protege de doenças sexualmente transmissíveis e evita a gravidez. São fantásticos. Nunca deves ter relações sexuais sem os usares, até estabeleceres uma relação segura de longo prazo. Mas, os preservativos podem rebentar, e ocasionalmente rebentam.

Enfª Lígia Antunes

%d bloggers like this: