Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

Em geral fala-se de relação sexual completa quando existe penetração, ou seja, relação coital.

Esta expressão está relacionada com uma perspectiva incorrecta que identifica relação sexual com reprodução e, por isso, a relação sexual só seria completa, só teria valor se houvesse relação coital para permitir a reprodução. Todas as outras maneiras de expressar a sexualidade seriam consideradas apenas como preliminares àquela.
Embora esta identificação muitas vezes já não esteja presente, persiste ainda esta perspectiva.

Encarando as relações sexuais num sentido amplo em que se valorizam igualmente as diversas maneiras de nos relacionarmos, podemos dizer que não há normas universalmente válidas relativamente a uma idade adequada para o seu início.

O que é mais importante é saber aceitar e compreender as diferenças. Nesse sentido, não há uma idade determinada para o início das relações sexuais. Cada pessoa deve encontrar a sua maneira de se expressar. Não devemos pressionar nem admitir pressões. Devemos seguir o nosso próprio ritmo.

Enfª Carmen Santos

%d bloggers like this: