Skip to content

O cantinho dos afetos… e da saúde

Agrupamento de Escolas de Anadia

A 11 de Fevereiro de 2007, através de um referendo, os portugueses escolheram legalizar a Interrupção Voluntária de Gravidez (I.V.G.) até às 10 semanas, a pedido da mulher, num estabelecimento de saúde autorizado. Se a mulher tiver menos de 16 anos, o Consentimento Livre e Esclarecido terá de ser assinado pela mãe, pai ou um representante legal. Contudo a gravidez na adolescência envolve uma série de riscos físicos, psicológicos, sociais e de saúde (para a mãe e feto). É uma das principais causas de morte entre adolescentes, logo, mais vale prevenir que remediar.

A gravidez indesejada só pode ser evitada através de uma contracepção eficaz, por isso deverás informar-te sobre os métodos contraceptivos disponíveis e encontrar aquele que mais te convém. 

Eis alguns, recomendados a adolescentes

– Preservativo masculino- pode ser utilizado imediatamente;

– Preservativo feminino – pode ser utilizado imediatamente;

– Pílula anticoncepcional deve ser iniciada no 1º dia da menstruação.

Enfª Lígia Antunes

%d bloggers like this: